Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vamos falar de... Bla bla bla

Vamos falar de... Bla bla bla

01
Jan20

Vamos falar de...A maldição do Marquês, Tiago Rebelo


Bla bla bla

Já publiquei muitos posts sobre este livro no seguimento do passatempo que foi ganho pela Marquesa de Marvila (juro que a ironia é pura coincidência!) mas estava a dever o post sobre a minha opinião pessoal sobre este livro.

 

 

maldiçao.jpg

 

 

Leio romances históricos com conta, peso e medida.

E isto acontece porque tenho a mania de perder tempo a investigar para poder perceber e separar dentro da minha cabeça o que é ficção do que é realidade.

 

Nunca tinha lido nada deste prolifero escritor e o livro dele chamou-me a atenção por ser sobre o Marquês de Pombal, personagem que sempre me intrigou tanto pelo seu génio como pela sua reputação de macabro por autoria da conspiração que conduziu ao massacre dos Távora.

 

O livro impõe respeito com as suas 576 páginas mas assim que o começamos a ler o nosso coração (e cabeça) descansam e relaxam graças à sua escrita simples, de leitura fácil e intrigante. Os capítulos são muito pequenos e acabamos um com vontade de ler sempre só mais um.

É mesmo muito fácil e prazenteiro seguir o desenrolar da estória.

 

Sendo lisboeta e conhecendo todos os locais a que o autor se refere conferiu outro encanto e dei por mim a querer revisitar alguns desses locais para poder neles rever a passagem de mais de 250 anos.

 

Em termos históricos não acrescentou nada que eu já não soubesse mas eu já conhecia bem esta história.

As intrigas palacianas estão relatadas sem se adensarem demasiado.

 

 

Gostei muito deste livro e se gostam de romances históricos aconselho vivamente!

 

 

 

Sinopse

José Policarpo de Azevedo, criado de um dos fidalgos mais poderosos do reino, condiciona involuntariamente os mais dramáticos acontecimentos, que mudaram Portugal no século XVIII. 
D. José reina, mas delega todas as decisões no omnipotente marquês de Pombal, que trava uma guerra de morte com a velha nobreza e os padres jesuítas.

O terramoto que arrasa Lisboa, a revolta dos índios brasileiros e o atentado contra o rei são oportunidades históricas aproveitadas com exímia mestria política pelo maquiavélico marquês de Pombal para ganhar definitivamente o poder.

Mas, a todo o momento, a obscura figura de José Policarpo de Azevedo intromete-se nos planos do homem forte do reino, que inicia uma longa e implacável perseguição para o capturar e executar. 
O destino do único e misterioso sobrevivente do massacre dos Távora, mantido em segredo durante séculos, é finalmente revelado.

Baseado em factos verídicos A Maldição do Marquês é uma descrição imparável das intrigas palacianas e das lutas pelo poder; dos casamentos, das traições e das luxúrias na Corte de D. José; e também uma secreta e improvável história de amor capaz de sobreviver a todas as provações.

 

 

Bla bla bla

 

 

4 comentários

Comentar post