Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vamos falar de... Bla bla bla

Vamos falar de... Bla bla bla

01
Ago19

Vamos falar de...NS4W


Bla bla bla

ns4w.png

 

NS4W = Not Suitable For Work / Não apropriado para o trabalho

 

Outro dia estava à conversa no Whatsapp com o Zé e a Bela, estávamos na galhofa a imaginar como seria se abrisse um dos vídeo dos que trocamos (não sabem do que estou a falar?! falámos disso aqui) a meio de uma reunião de trabalho...

Não, calma, não foi isso que me aconteceu, mas pensar nisso trouxe-me à memória uma situação caricata que se passou comigo à uns anos.

 

 

Quem nunca praticou sexting?

Eu e o Querido 'sextamos... e muito. Não digo que seja todos os dias mas quase.

Fazemos assim uma antevisão do jogo para dar mais fome e entusiasmo.

 

Posto isto, aqui à uns anos eu trabalhava numa empresa em que se me atravesse sequer a mexer no telemóvel para ver as horas levava com o olhar fulminante da minha chefe e tínhamos todas (eu e as colegas em volta) de a ouvir grasnar a dizer que não podíamos mexer no telemóvel e bla bla bla.

Solução? E-mails.

Sei que é contraproducente trocar emails com conteúdo explicito, com o marido, no trabalho mas olha... sa fod@. Certo é que já sai de lá e nunca fui apanhada nem arranjei problemas por causa disso.

 

 

Então? Porquê este post?

Porque uma vez me enganei.

E enviei o email para o remetente errado.

Felizmente foi parar a uma colega, que embora não me fosse muito chegada, tanto quanto sei, guardou o meu segredo até hoje.

Na altura ela respondeu-me diretamente ao email:

"Bla bla,

Por muito agradável que pareça acho que o email infra não é para mim. :) "

 

 

Confesso que congelei, fiquei vermelha e branca, senti literalmente que ia desfalecer e que o meu coração ia explodir no peito, tal era vergonha  Eu respondi, pedi desculpa, a explicar que era para o marido e que vergonha!

Nunca falámos sobre isso cara a cara.

Morreu ali.

 

 

Hoje e olhando para trás penso que devia ter dado mais importância e prestado a devida a atenção ao que ela me estava a dizer "Por muito agradável que pareça..." mas na altura ainda não estava virada para esse lado e estava enxague de vergonha.

 

Imagem daqui

 

 

Bla bla bla

05
Jul19

Vamos falar de... sogras


Bla bla bla

Muito se fala destas senhoras, num é?

 

É personagem de inúmeras anedotas e piadas (calma! mais para o fim conto uma pequenininha, se quiserem botem vocês piadas nos comentários também).

Geralmente nas anedotas quem se queixa da sogra é o genro, mas acho que é uma gaffe ou que as coisas mudaram muitos com o tempo porque ouço muito mais as noras a queixarem-se das sogras do que os genros...

 

 

piada-de-sogra-9529JrMRQ0yocm.jpg

 

 

Quanto a mim, o que eu sinto pela minha sogra é um verdadeiro amor-ódio!

Amo-a de paixão!

Mas também a odeio de morte!

 

 

Podia escrever o post mais longo do mundo a falar das coisas boas e más acerca dela, mas não vos vou maçar tanto... só mais um bocadinho...

 

 Houve uma altura em que a minha sogra ia a minha casa quando não estava ninguém em casa, dizia a senhora que era para me ajudar.

Ela ia passar a roupa a ferro? Lavar e estender roupa? Arrumar a loiça? Aspirar e lavar? Adiantar o jantar? NÃO! Ela não ia arrumar nada (eu também não queria). 

Ela ia reorganizar!!! Ou seja, trocava-me os copos pelos pratos, trocava as meias pelas cuecas (a mexer nas minhas cuecas!), mudava-me a mobília de sitio, reorganizava os meus livros...

A tampa saltou-me literalmente quando um dia a fritar ovos e precisava da escumadeira e não a encontrava em lado nenhum. Ligo à sogra que me diz que obviamente estava ao pé dos detergentes porque escumadeira fazia lembrar espuma... Juro que não estou a brincar.

 

 A última vez que estive doente por causa de uma  gripe que me deixou de caixão à cova sem forças para nada, a minha sogra tirou a tarde para me ir buscar as crianças à escola, fazer o jantar e tratar do que fosse preciso. Saiu só quando eu já estava à noite na cama a dormir.

 

 Faz tudo o que as crianças querem, tudo, tudo, tudo. E se sabe que não devia, pede às crianças para guardar segredo e não contarem à mãe e isso tira-me do sério!

 

Está sempre disposta a ajudar, sempre!

 

 É a pior cozinheira do mundo!

 

 Sei que apesar dos nossos arrufos, ela não me trocaria por nora nenhuma.

 

 

E as vossas sogras como são? Que pérolas têm delas?

 

 

E como prometido, uma piada seca:

Diz um amigo para o outro:
– Sabes qual é o maior pesadelo para um homem?
– Não. Qual é?
– É  ter uma sogra chamada Esperança.
– Porquê?
– Porque a Esperança é sempre a ultima a morrer.

 

 

A imagem de cima é daqui

 

 

Bla bla bla

 

24
Abr19

Vamos falar de...Diário do Cão vs Diário do Gato


Bla bla bla

Há quem conheça esta piada, mas muitos não. E como há por aqui tantos lovers de gatos e cães achei que era o meu dever partilhá-la convosco.

 

 

Diário do Cão

cão.jpg

8:00 - Comida, uhuu… a minha coisa preferida!

9:30 - Passeio de carro... a minha coisa preferida!

9:40 - Passeio no parque.. a minha coisa preferida!

10:30 – Festas na barriga o... a minha coisa preferida!

12:00 - Ossos... a minha coisa preferida!

13:00 - Brincar no jardim... a minha coisa preferida!

15:00 - Dormir... a minha coisa preferida!

16:00 – Perseguir a minha cauda… a minha coisa preferida!

17:00 - Comida... a minha coisa preferida!

19:00 - Jogar bola… a minha coisa preferida!

20:00 – WOW! Ver TV com meus donos… a minha coisa preferida!

23:00 – Dormir na cama... a minha coisa preferida!

 

 

Diário do Gato

gato.jpg

DIA 752 - Os meus captores continuam a insultar-me com pequenos objetos bizarros que abanam à minha frente. Eles comem lascivamente carne fresca, enquanto eu sou forçado a comer cereais secos. A única coisa que me faz seguir em frente é a esperança de escapar e a suave satisfação que sinto ao arruinar a mobília ocasionalmente. Amanhã talvez coma outra planta da casa.

 

 

DIA 761 - Hoje, a minha tentativa de matar meus captores, passando pelo meio das suas patas enquanto eles caminhavam quase teve sucesso, tenho de tentar fazer isto no topo das escadas. Numa tentativa de repugnar e repelir estes vis opressores, eu mais uma vez me induzi a vomitar na sua cadeira favorita ... tenho de tentar isto na cama deles.

 

DIA 762 - Dormi durante todo o dia para que eu pudesse irritar os meus captores através da privação do sono, fazendo apelos incessantes por comida a altas horas da noite.

 

DIA 765 - Decapitei um rato e trouxe-lhes o corpo sem cabeça, na tentativa de fazê-los perceber aquilo de que eu sou capaz, e de tentar causar medo nos seus corações. Eles apenas acharam carinhoso e condescenderam sobre o quão bom gato eu era ... Hmmm. Não correu como eu tinha planeado.

 

DIA 768 - Finalmente estou ciente do quão sádicos eles são. Sem nenhuma razão aparente, fui escolhido para a tortura da água. Desta vez, no entanto, incluiu uma substância química que me queimava chamada "shampoo". Que mentes doentes poderiam inventar tal líquido. O meu único consolo é o pedaço de polegar ainda preso entre os meus

dentes.

 

DIA 771 - Houve algum tipo de reunião com os seus cúmplices. Fui colocado na solitária durante todo o evento. No entanto, eu podia ouvir o barulho e sentir o cheiro desagradável dos tubos de vidro que eles chamam de "cerveja". Mais importante, ouvi que o meu confinamento era devido ao meu poder das "alergias". Tenho de aprender o que é isso e como usá-lo para minha vantagem ...

 

DIA 774 - Estou convencido de que os outros cativos são lacaios e talvez informantes. O Cão é libertado diariamente e parece mais do que feliz em voltar. Ele é obviamente atrasado mental. O Pássaro, por outro lado, tem que ser um informante. Ele dominou a sua língua medonha (algo parecido com a fala comum) e fala com eles regularmente. Tenho certeza de que ele relata todos os meus movimentos. Devido à sua atual colocação na sala de metal, a sua segurança está garantida. Mas eu posso esperar, é só uma questão de tempo.

 

Dia 775 - Os horrores! A pior criatura que meus captores poderiam ter planeado para me atormentar era outro hediondo Gato! Não suporto o modo como ele se deita ao comprido por aí e me olha como se soubesse mais do que eu. Aquela criatura parece desprezar-me tanto quanto eu a desprezo a ela. Eu tinha a vã ideia de que outra criatura da minha própria espécie me poderia ajudar a conspirar contra os vilões que me prendem; agora vejo que estava errado. Que criatura horrível! No entanto, eles cochicham sobre nós dois. Será que eles não conseguem ver a minha superioridade inata? 

 

Dia 776 - O outro gato e eu, apesar de não nos suportarmos, conseguimos os dois fazer xixi copiosamente atrás do sofá, no chamado tapete "felpudo". Aprendi com o meu rival e comecei a dormir em cima das cabeças dos meus captores, na esperança de sufocá-los. 

 

Dia 777 - Os guardas têm muito interesse nos nossos resíduos. Eles certificam-se de que peneiram a areia e tiram tudo. O interesse deles em caca não me surpreende. Afinal, eles gostam do cão. 

 

Dia 778 - O outro gato parece ter interesse em cópula, o que meus captores cedo irão "resolver" (graças a eles pelo seu sadismo). Contei-lhe sobre a tortura das unhas e ele nem sequer acreditou em mim. Mostrei-lhe minhas patas mutiladas e ele ofegou de horror. 

 

Dia 779 - Sim, eles são monstros, mas estou tão feliz. Eles consertaram o outro gato. É sádico, é doentio, é desumano, é o que grande líder deles, Bob Barker, comanda, mas - a Esfinge seja louvada - eu apoio-os de todo o coração! 

 

Dia 780 – Andei metido no Catnip esta noite. No auge de tudo, eu tive uma visão, uma revelação alucinógena: eles são os prisioneiros e eu sou o captor! Como é que eu não percebi isto antes?

 

 

Isto faz-me sempre rir!

 

Não sou a autora destes textos (infelizmente), a mim só me coube a pobre tradução(desculpem lá qualquer coisinha).

 

 

Pesquisei pela internet a quem caberia a autoria deste maravilhoso texto para lhe poder dar aqui o devido crédito e eis o que descobri:

  1. A origem está neste cartoon feito por Dan Piraro e da qual ele fala aqui.

    Bz CAT DIARY 1995 SM.jpg

  2. Depois deste cartoon, as pessoas foram partilhando e acrescentando as mais variadas versões do diário do Gato e do Cão (quem conta um conto acrescenta-lhe um ponto, já se sabe!).
  3. Houve várias pessoas que tentaram ter os créditos da autoria do texto mas o cartoon do Dan Piraro é o que data publicamente com maior antiguidade (1995).
  4. Caso tenham ficado com curiosidade pesquisem o blog do Dan Piraro, o BiZaRro Blog.

 

 

Eu cá tenho gatos... dois

Mas calma! Também gosto (e muito) de cães...

 

 

Bla ba bla