Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vamos falar de... Bla bla bla

Vamos falar de... Bla bla bla

07
Mai19

Vamos falar de...Nada menos que um Milagre


Bla bla bla

nada menos que um milagre.png

 

Cheguei ao fim de mais um livro do Markus Zusak. Acabei de ler Nada Menos do que um Milagre que no original é Bridge of Clay, confesso que prefiro o título original e que para mim faz muito mais sentido.

 

Em 496 páginas é narrada a estória dos cinco irmãos Dunbar no qual o 4º irmão, Clay, tem obviamente lugar de destaque, embora seja o irmão mais velho, Matthew, que a narra.

A narrativa está constantemente a saltitar no tempo e no espaço.

 

O livro tem um tom triste, sabemos imediatamente que algo mau vai acontecer, ou melhor, já aconteceu, mas que por outro lado existe também algo de bom que dali adveio. Esperança. 

 

Fiquei fã do Zusak com a Rapariga que roubava Livros e ele conquistou-me por completo com o I am the Messenger (que ainda não há traduzido para português, Editorial Presença tratem disto sff!!!). 

Deste livro gostei mas sei que não é um livro que vá agradar a toda a gente.

 

 

Sinopse

Clay olhou para trás uma última vez antes de mergulhar - de emergir e voltar a mergulhar - rumo a uma ponte, a um passado, a um pai. E nadou nas águas douradas pela luz.

Os cinco irmãos Dunbar vivem - lutando, amando e chorando a morte da mãe - no caos perfeito de uma casa sem adultos. O pai, que os abandonara, acaba de regressar. E tem um pedido surpreendente: algum deles aceita ajudá-lo a construir uma ponte? Clay, um rapaz atormentado por um segredo que esconde há muito, aceita. Mas porque está ele tão devastado? O que o leva a aceitar tão extraordinário desafio?

Esta é a história de um rapaz apanhado numa espiral de sentimentos, um rapaz disposto a destruir tudo o que tem para se tornar na pessoa que precisa de ser. Diante dele, ergue-se a ponte, a visão que irá salvar a sua família - e salvá-lo a ele próprio. Será um milagre e nada menos que isso.

Simultaneamente um enigma existencial e uma busca pela redenção, esta história de cinco irmãos em plena juventude, numa casa sem regras, transborda energia, alegria e emoções. Escrita no estilo inimitável de Markus Zusak, é um tour de force de um autor que conta histórias com o coração

 

 

Bla bla bla

11
Abr19

Vamos falar de... Posso oferecer-te um livro?


Bla bla bla

bridge of clay.png

Não sou nenhuma boa samaritana nem tenho nenhuma parceria com editores ou livreiros (que pena!).

 

Acontece que comprei o livro Bridge of Clay do Markus Zusak mal saiu, ainda não tinha tido oportunidade para o ler e, entretanto, ofereceram-me a versão em português que saiu à pouco mais de uma semana. Geralmente prefiro ler a versão original mas a versão portuguesa foi-me oferecida portanto vou ler essa.

Fiquei triste por abandonar aquele livro na minha estante por ler, pelo que me decidi a oferecê-lo e, não conhecendo muita gente que leia em inglês, porque não oferecê-lo aqui...

 

(Um pequeno à parte...) O titulo original como podem ver é Bridge of Clay que  pode ser traduzido para A Ponte de Clay já que Clay é o nome de um dos personagens ou até para a Ponte de Barro, contudo a Editorial Presença achou que em português ficava melhor traduzir o título para Nada Menos que um Milagre. Ainda não li o livro, só comecei hoje, secalhar faz todo o sentido mas odeio quando fazem isto, tanto com livros como nos filmes ou séries.

 

Alerto que só o posso entregar em mãos durante a semana na zona do Marquês de Pombal em Lisboa, pelo que caso pretendam envio por correio têm de suportar os custos de envio, penso que o correio verde seja a melhor opção e tem custo de cerca de € 4,75 nacional e € 19,00 internacional

Edito para dizer que com a ajuda do blog dos Descontos descobri que é possivel enviar livros através do correio editorial, que fica muito mais barato; podem ver como funciona no post Enviar livros: poupar dinheiro com tarifa editorial ou no site dos CTT. (Um grande obrigada pela ajuda )

 

Não creio que vá haver muita gente a querer mas para evitar disputas e como não quero a responsabilidade de ser eu a assumir a escolha do contemplado ficará decidido através do sistema Random (https://www.random.org).

 

Quem quiser (relembro que o livro é em inglês e que não assumo os custos de envio) basta comentar este post com a frase "Eu quero bla bla bla!"; a cada comentário que contenha esta frase será atribuído o nº correspondente à ordem do comentário.

 

Não serão válidos nem contabilizados os comentários de Anónimos já que anónimos há muitos, e se há forma de os identificar confesso que desconheço.

Não serão válidos nem contabilizados os comentários repetidos mesmo que contento a frase, sendo apenas considerado o primeiro comentário com a frase de cada utilizador.

 

Só serão considerados os comentários realizados até às 23:59 de 22-04-2019.

O sorteio será realizado dia 23-04-2019 e publicado aqui no blog.

 

Bla bla bla